INVESTIMENTO SOCIAL EM RECURSOS HUMANOS ESPECIAIS

Como potencializar o trabalho de inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho

Nos últimos 5 anos o número de pessoas com deficiência incluídas no mercado de trabalho cresceu mais de 30%. Ainda assim, as estatísticas demonstram um panorama de exclusão. De acordo com o IBGE (2010), no Brasil, 45 milhões de pessoas possuem algum tipo de deficiência (PcD) (física, mental, visual ou auditiva) e se estimam 9 milhões de PcD com idade entre 15 e 60 anos que se enquadram na lei de cotas. Apesar de existir uma quota garantida por lei, que gera um total de 900 mil vagas para  as pessoas com deficiência (PcD), apenas 400 mil estão empregados atualmente.
Para acontecer uma mudança nesse cenário, é fundamental que os atores envolvidos – empresas, agências de recrutamento, órgãos fiscalizadores – desenvolvam um trabalho responsável para garantir o exercício desses profissionais.20170216 news 2
Em 2016, a SITAWI apoiou uma organização que vem transformando essa realidade. A Egalitê estabelece a conexão entre organizações e pessoas com deficiência através da seleção, capacitação e acompanhamento dos agentes desta relação, demonstrando para o mercado e a sociedade o valor da igualdade de oportunidades. Fundado em 2010, este negócio social já alocou mais de 3 mil pessoas com deficiência no mercado de trabalho.
A Egalitê faz a ponte de candidatos com empresas que buscam diversificar seu quadro de funcionários, incluindo talentos e mudando a perspectiva de vida de uma parcela da sociedade que possui dificuldades de colocação profissional. Oferece também capacitação gratuita através de uma plataforma de e-learning, com conteúdos que vão desde condutas em processo seletivos até técnicas de vendas. Além disso, desenvolve um programa de sensibilização sobre o tema, através de treinamento com gestores e funcionários de RH, possibilitando uma grande contribuição para a mudança da mentalidade de organizações.
Visando aumentar o impacto socioambiental positivo da organização, a SITAWI Finanças do Bem apoiou a iniciativa através de um investimento socioambiental. O mecanismo consiste em investimento em negócios de impacto socioambiental através de empréstimo conversível em participação acionária e vai possibilitar o aumento de sua estrutura, alcançando cada vez mais candidatos e organizações, de forma a contribuir para a transformação do cenário profissional para pessoas com deficiência. Estima-se que até 2018, o alcance da Egalitê chegue a 6.000 pessoas incluídas.
No ano passado, a empresa de recursos humanos especiais foi vencedora do “Ruderman Prize in Inclusion 2016”, um dos mais importantes reconhecimentos globais de iniciativas que trabalham com a inclusão de PcD. Jay Ruderman, Presidente da Ruderman Family Foundation, comentou sobre o trabalho desenvolvido pela Egalitê:
“As pessoas com deficiência são um dos grupos de talentos mais inexplorados em todo o mundo. Empregadores muitas vezes os desconsideram pelo estigma e falta de informações, contudo o emprego inclusivo é uma chave para a plena inclusão social. Estamos muito felizes em conceder o Prêmio Ruderman de Inclusão 2016 à Egalitê, uma organização que trabalha incansavelmente na abertura de portas para o emprego inclusivo de pessoas com deficiência”.
Sua empresa tem ou gostaria de integrar pessoas com deficiência em seu quadro de funcionários? Conhece alguma pessoa que esteja procurando uma vaga? No portal da Egalitê você pode saber mais sobre a iniciativa e ver como se cadastrar.E para conhecer mais sobre o tema e a atuação desta iniciativa, acesse a apresentação institucional que eles prepararam, neste link: http://info.sitawi.net/egalite
 egalite_curriculo-80 egalite_empresa-80
Confira também o depoimento do Roger, funcionário contratado por uma das empresas para as quais a Egalitê prestou consultoria:

Postagens mais visitadas