BRASIL TERÁ 25 ATLETAS NO MUNDIAL DE PARATLETISMO EM LONDRES


Reprodução: Site Agência Brasil - EBC

Entre os dias 14 e 23 de julho, acontecerá no Queen Elizabeth Olympic Park, em Londres, o Mundial de Paratletismo.

No último dia 08 de junho, foram anunciados, pelo Comitê Paralímpico Brasileiro, os 25 convocados, alguns estreantes e a maioria experiente,  que representarão o Brasil na disputa.
Conheça os talentos e conquistas incríveis dos integrantes da equipe brasileira:
  • André Rocha (40 anos):
    Paulista de Taubaté, participa da classe F52. Medalhista nos Jogos Parapan-Americanos de Toronto 2015, conquistou a prata em arremesso de peso.
  • Alessandro Silva (32 anos):
    Nascido em Santo André, no ABC Paulista, compete pela classe  F11. Entre suas várias conquistas, está o ouro em arremesso de peso, nas Paralímpiadas do Rio de janeiro, 2016, e o record mundial  no arremesso de disco  (44,66m)
  • Ariovaldo Fernandes (40 anos):
    Nascido em Campina Grande, velocista há 15 anos, é conhecido como Parré, disputa pela categoria T53. Contabiliza diversas vitórias, entre elas, ouro nos 100m e 400m nos Jogos Parapan-Americanos, no Rio em 2007.
  • Daniel Mendes (38 anos):
    Recordista mundial nos 400m (49s82), participante da categoria T11. Medalhista olímpico nos Jogos de 2016, no Rio, conquistou ouro no revezamento 4 x 100m – T11-13.
  • Daniel Tavares (21 anos):
    Participante da classe T20, o paulista nascido em Marília, é recordista mundial nos 400m (47s22). Nos Jogos Paralímpicos 2016, no Rio, conquistou medalha de ouro na disputa dos 400m.
  • Edson Pinheiro (38 anos):
    O medalhista olímpico, nascido no Acre, disputa pela categoria T38. Nos Jogos Parapan-Americanos de Toronto, em 2015, conquistou ouro nos 100m e bronze nos 200m.
  • Elizabeth Gomes (52 anos):
    A santista, ex  jogadora de vôlei, disputa pela classe  F55.  Dupla mente medalhista em 2015, nos Jogos Parapan- Americanos de Toronto, conquistou  ouro no lançamento de disco e prata no arremesso de peso.
  • Emerson dos Santos Lopes (23 anos):
    Competindo pelas provas de campo (disco e peso), na categoria F46, o catarinense de Lages, terá   grandes chances de conquistas em um evento internacional, desde que migrou do handball para o atletismo.
  • Fabrício Júnior  (21 anos):
    Participante da classe T12, o sul mato-grossense , nascido em Naviraí, competiu pela primeira vez em 2014 nas Paralímpiadas Escolares, e busca agora, sua vitória em uma competição internacional.
  • Fábio Bordignon  (25 anos):
    Velocista pela classe T35, ex jogador do futebol de 7 até 2014. O carioca de Duque de Caxias, conquistou prata duas vezes no Jogos de 2016, no Rio, pelos 100m e 200m.
  • Gustavo Araújo (24 anos):
    Participante da categoria T13, o jovem velocista de Uberlândia – MG,  já coleciona vitórias. Uma de suas  mais importantes conquistas aconteceu em 2016 nos Jogos Paralímpicos do Rio, medalha de ouro no revezamento 4 x 100m.
  • Izabela Campos (36 anos):
    Medalhista olímpica, a mineira, disputa pela classe  F11. Conquistou duas medalhas  nos Jogos Parapan-Americanos de Toronto em 2015, ouro no lançamento de disco, e a prata no arremesso de peso.
  • Jhulia Karol  (25 anos):
    Nascida no Pará, na cidade de Terra Santa, hoje mora no Rio, e compete pela categoria T11. Em sua  lista de vitórias, a conquista da medalha de  prata em 2015 pelos Jogos Parapan-Americanos de Toronto.
  • João Luis dos Santos (45 anos):
    Especialista em provas de campo, o paraibano disputa pela classe F14. Entre suas principais vitórias está o ouro, conquistado nos Jogos Parapan-Americanos de Toronto 2015, pelo lançamento de disco.
  • Jonas Licurgo (47 anos):
    No atletismo desde 2010 pela categoria F55, passou pelo basquete, natação e handball. Competindo pelo lançamento de dardos, conquistou a medalha de ouro em 2015, nos Jogos Parapan-Americanos de Toronto.
  • Kesley Josué(24 anos):
    Fez sua estreia pela seleção brasileira nos Jogos Paralímpicos de 2016, no Rio. Disputa pela classe T13, o atleta de Rondônia, busca sua primeira vitória em uma competição fora do país, nesse mundial.
  • Matheus Evangelista (23 anos):
    Ex goleiro do futebol de 7, passou a se dedicar exclusivamente ao atletismo em 2012, pela categoria T37. Nascido em Porto Velho – RO, foi multimedalhista nos Jogos Parapan-americanos de Toronto 2015, trazendo para o Brasil, ouro nos 100m, 200m e salto em distância.
  • Michel Abrahame (19 anos):
    Especialista em salto em distância e salto triplo. O paulista de Mauá, cidade da grande São Paulo, participa pela classe T46, e busca a conquista  no evento internacional.
  • Paulo Henrique Reis (18 anos):
    Atleta pela categoria T13, o sul mato-grossense de Dourados, participou no início  deste ano dos Jogos Parapan de Jovens, dando início às competições internacionais de sua carreira. A expectativa para o mundial é a conquista de um lugar no pódio.
  • Petrucio Ferreira (20 anos):
    Atual recordista mundial nos 100m (10s57) e 200m (21s49), o paraibano disputa pela classe T47, subiu ao pódio várias vezes. Entre suas vitórias, foi multimedalhista nos Jogos Paralímpicos do Rio em  2016,   ganhando o ouro no 100m e a prata nos 400m e revezamento 4 x 100m T42 47.
  • Renata Bazone (42 anos):
    A velocista  compete pela categoria T11, logo no início de sua carreria no atletismo apresentou bons resultados. Dentre as conquista da carioca de São Gonçalo, estão as medalhas de ouro nos 800m e bronze nos 1.500m, conquistas no Mundial de Doha,  no Catar em 2015.
  • Ricardo Costa (35 anos):
    Nascido em Três Lagoas – MS, iniciou suas disputas em competições internacionais  no Mundial de Doha, no Catar, o ano passado. Nos Jogos Paralímpicos de 2016, no Rio de janeiro, conquistou ouro  no salta em distância.
  • Rodrigo Parreira (22 anos):
    No atletismo desde 2013 pela classe T36, o goiano passou pela natação e halterofilismo. Em 2016, nos Jogos Paralímpicos do Rio, o velocista subiu ao pódio duas vezes, conquistando prata no salto à distância e bronze nos 100m.
  • Thiago Paulino (31 anos):
    Conquistou vitória dupla nos Jogos Parapan-Americanos de 2015, em Toronto, ouro pelo arremesso de peso e bronze no lançamento de disco. O paulista, do interior do estado, compete pela categoria F57, e é  recordista mundial  do disco F57 (48.04m).
  • Yohansson do Nascimento (29 anos):
    Nascido em Maceió, o alagoano disputa pela classe T46, e  possui uma extensa coleção de vitórias em sua carreira. O velocista, entre suas diversas conquistas,  foi ouro nos 200m e prata nos 400m nos Jogos Paralímpicos de Londres em 2012. Em 2016, nos Jogos Paralímpicos, do Rio subiu ao pódio, duas vezes,  pela prata no revezamento  4 x 100m T42-47 e pelo bronze nos 100m.
[ x ]
Mais de 700 mil ingressos foram disponibilizados para o evento, que pela primeira vez  contará com a disputa do Mundial de Paratletismo e Mundial de Atletismo  na mesma cidade. Com a mais de 3.00 atletas confirmados,  200 países  serão representados  nos dois eventos entre julho e agosto, em Londres

Postagens mais visitadas